3 de junho de 2004

um homem, um voto

Devo ser o cidadão mais estúpido do país. Quando todos pensam no próximo fim-de-semana prolongado, no sol, na praia, no descanso, na fuga por uns momentos à triste realidade nacional, à retoma que não chega, ao enjôo à volta do Euro 2004, que ainda nem sequer começou, à campanha eleitoral mais imbecil e ordinária desde sempre, eu procuro o cartão de eleitor e preparo-me para fazer 350 quilómetros com um único propósito: votar.
Serei dos poucos que se darão a esse incómodo, mas irei votar. Neste candidato:

6 Comments:

Blogger MF said...

Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

3 de junho de 2004 às 21:27  
Blogger MF said...

No meu post que sem querer foi para o lixo, dizia eu que secalhar é mesmo uma estupidez votar, ainda por cima com tantos quilómetros pela frente e com tão boas praias, mas é de estúpidos como tu e como eu que se vai fazendo a participação democrática!

3 de junho de 2004 às 21:44  
Blogger PMG said...

Já agora onde é que eu posso ler acerca do comentário idiota sobre a orelha do Sousa Franco?

3 de junho de 2004 às 23:06  
Anonymous Anónimo said...

Podias era votar numa m#rda mais útil!

3 de junho de 2004 às 23:54  
Anonymous Anónimo said...

Estúpido é aquele que não tem inteligência suficiente......................

4 de junho de 2004 às 02:44  
Blogger Antonio Balbino Caldeira said...

Um homem não é perfeito - pode mesmo votar no Bloco que defende que Paulo Pedroso e os outros estão inocentes...

7 de junho de 2004 às 11:52  

Enviar um comentário

<< Home

Powered by Blogger

www.website-hit-counters.com